Última semana: individual de Cláudia Porto

Com curadoria de Marisa Flórido, a artista visual Cláudia Porto expõe as obras da série “Atravessando o Espelho”, até o dia 28 de setembro, na Galeria Patricia Costa, em Copacabana.

Nas 15 pinturas inéditas, um olhar muito próprio sobre paisagens urbanas e não-lugares de cidades como Berlim, Rio, Belém, São Paulo e Paris. Pontes, rodovias, esquinas e diferentes pontos de vistas são encontrados em suas pinturas, como formas reconhecíveis e estrutura de uma ficção.

O público, o entre lugares, passagens que são de todos e de ninguém ao mesmo tempo estão em foco. “É um olhar sobre o urbano, o construído e pontos de vistas, formando um imaginário em matéria de pensamento e pintura”, explica a artista.

Cláudia constrói repertório ainda assistindo a filmes, observando editoriais de revistas, livros, fotografias, desenhos de sua autoria, ou não, e outras fontes, lugares vividos, como Belém, onde nasceu, e Rio de Janeiro, onde mora desde 2009. “Na pintura que realizo, as perspectivas urbanas, a cor e as soluções pertinentes ao processo importam mais do que corresponder a um projeto de imagem, ou tema anterior”, completa.

“O que me parece é que são paisagens de cidades, mas de pontos de vistas deslocáveis e por vezes múltiplos em um só quadro: de quem caminha, de quem voa, de quem imagina, de quem junta os fragmentos díspares, de quem os estilhaça, de quem os vê pelas telas midiáticas”, explica a curadora.

A Galeria Patricia Costa fica na Av. Atlântica, 4240, loja 226, Copacabana.
Telefone: (21) 2227-6929. Funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 11h às 19h. Sábados, das 12h às 18h. Entrada gratuita.

Sobre a artista
Cláudia Porto nasceu no Pará, vive e trabalha no Rio de Janeiro. É graduada em Letras (UFPA) e pós-graduada em Ensino e Comunicação. Participou, entre 2011 e 2016, do Grupo de Questões Prático-teóricas da Pintura na Contemporaneidade, com Luiz Ernesto e Bruno Miguel, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV) e Teorias da Arte, com Fernando Cocchiarale.

Em 2012 fez Projeto de Pesquisa A Imagem em Questão, com orientação de Glória Ferreira e Luiz Ernesto, na EAV. No Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, participou do programa Diálogos, realizado pelo Núcleo Experimental de Educação e Arte do MAM, em 2011. Em 2013, integrou a coletiva Mais Pintura, no Centro Cultural da Justiça Federal, e em 2014, venceu concurso e ganhou exposição individual em Paraty, na galeria Belvedere.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *