Diálogos Urbanos: arte para interagir

Em sua atual exposição, que fica até o dia 23 de março no Salão Nobre do Palácio Tiradentes (ALERJ), o artista visual Anderson de Souza propõe uma reflexão. Sobre o papel da arte, sua interação com o público, os grafismos da cidade, a materialidade do ambiente urbano saturado e como esses elementos se relacionam.

A mostra “Diálogos Urbanos” reúne objetos retirados das ruas (placas de sinalização, tapumes e cartazes), além de 30 telas que trazem algumas formas de sujeitos com corpos que traduzem o jogo de luz e sombra que permitem visibilidade.

E o público é convidado a interagir com as obras – da forma que quiser. É permitido tocar nas peças, rabiscar com giz e canetas, até pisotear. Não por acaso, a frase que abre seu site oficial é “todo artista tem que correr o risco”.

“Meu objetivo, com esta exposição, é pensar sobre a relação entre as pessoas e o espaço em que vivem, os quais são mediados pela sociedade de controle. As obras na verdade, só são concluídas após a intervenção do público”, afirma Anderson de Souza.

O Palácio Tiradentes (ALERJ) fica na Rua Primeiro de Março, s/nº – Praça XV. Funcionamento: de segunda a sábado, das 10h às 17h. Acesso para cadeirantes: Rua Dom Manuel, s/nº. Entrada gratuita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *