Controvalori de Lucio Salvatore

Depois de expor no Palazzo Pamphilj, em Roma, e no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Lucio Salvatore apresenta uma individual no Martha Pagy Escritório de Arte, no Flamengo. Em “Controvalori”, o artista italiano trabalha a ideia do valor da obra arte. A mostra é uma reflexão em torno das convenções e da lógica do sistema de criação e acumulação de valor na produção artística.

A exposição reúne 20 obras, colagens, desenhos, fotografias e objetos escultóricos. Algumas delas reinventam a dinâmica do capital usando os instrumentos do que o artista chama de Arte Poverissima. Como etiquetas de preços, novas formas de pensar contratos, documentos de leilões de arte, centavos e outros elementos que, transformados em matéria de criação, redefinem as regras do jogo e relativizam o valor da arte.

Babel (imagem) é uma fotografia/performance que consiste no ato de empilhar dinheiro, nesse caso moedas, até o limite de acumulação. Já a série “Opções” traz obras que se apresentam como aposta sobre o valor futuro de outras obras de arte. O artista escolhe trabalhos em leilões internacionais, neste caso no leilão de Arte Contemporânea da Phillips em Londres, de 5 e 6 de outubro de 2016, e aposta na redução de seus valores estimados para 1% em 100 anos.

Segundo Fernando Cocchiarale, curador da individual Metaelementi do mesmo artista, “a poética de Salvatore explora as expectativas metafísicas da matéria dentro das dinâmicas da produção industrial, tecnológica, da disputa de poder e da própria arte”.

A exposição vai até o dia 31 de março. Agende sua visita ao Martha Pagy Escritório de Arte através do e-mail: marthapagy.escritoriodearte@gmail.com. Entrada gratuita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *